Logo Dicas
 Home » Brasil » A verdade sobre a Amazônia

A verdade sobre a Amazônia
[175 acessos]

Em primeiro lugar vamos esclarecer que o objetivo deste artigo não é fazer nenhuma crítica, denúncia ou acusação contra nenhum órgão governamental, madeireiras, agropecuaristas, etc., e sim mostrar às pessoas o que realmente está acontencendo na Amazônia para que todos se conscientizem da necessidade da preservação da Amazônia, da natureza e do meio ambiente de um modo geral.

Em 1978 meu pai empreendeu uma viagem com esposa e filhos de Goiânia a Belém do Pará pela rodovia Belém-Brasília (recém construída) e nesta viagem eu tinha apenas 14 anos e fiquei impressionado com a natureza do norte do Brasil, imensos carnaubais e babaçuais no Maranhão, árvores imensas no Pará às margens da rodovia, um ambiente exótico e bastante úmido com um verde deslumbrante, embora nessa época já se notava grandes áreas desmatadas às margens da rodovia.

Fotos da Belém-Brasília em 1978

Em fins de 2012 resolvi fazer uma viagem para Salinópolis no Pará pela mesma rodovia Belém-Brasília, ansioso para ver aquelas árvores gingantescas novamente às margens da rodovia, mas o que tive foi uma grande decepção, não vi sequer uma árvore gigantesca, e sim aquilo que chamamos de "capoeira", uma mata raquítica que brota após o desmatamento de uma floresta, é esse o verde que as pessoas vêem no Google Earth achando que aquilo são grandes florestas... As maiores florestas que se viam às margens da rodovia eram plantações de eucalipto, e em todo o trajeto vi somente umas duas ou três plantações de seringueiras com árvores novas, ainda pequenas, mas o que havia mais mesmo eram imensos pastos sem uma única árvore e por incrível que pareça na maioria desses pastos não se via sequer uma cabeça de gado, há também muitas serrarias, aparentemente a principal atividade econômica da região ainda é a extração de madeira, que busca a madeira em lugares cada vez mais distantes.

Fotos da Belém-Brasília em 2012

Pensei então que ao aproximar do litoral a vegetação se tornasse mais densa, mas não notei muita diferença, somente matas com árvores de pequeno e médio porte, muito diferente do vi 40 anos atrás, muito decepcionante mesmo. O interessante é que nos estados do Tocantis e principalmente no estado de Goiás existem mais florestas às margens da rodovia do que nesta região do estado do Pará, acredito que seja devido ao trabalho do IBAMA que está fazendo uma fiscalização bastante rígida nestes estados, e principalmente pela conscientização dos proprietários de terras, que chegaram à conclusão que o desmatamento desenfreado e sem critérios só traz prejuízos para o meio ambiente. Notei que no estado de Goiás há bastante florestas com árvores novas, que estão renascendo em locais que já estavam degradados, um exemplo que deve ser tomado pelos proprietários de terras do Pará, que deveriam começar a reflorestar pelo menos 30% das áreas desmatadas com árvores nativas da região, para isso seria muito bom se o governo desse um incentivo fiscal para estes proprietários de terras que se disporem a fazer o reflorestamento e acabar de vez com as plantações de eucalipto, que ressecam a terra, expulsam os animais nativos, acabam com a beleza natural da região, entre outros danos.

Fotos da vegetação próxima ao litoral do Pará

Concluindo, apesar da Amazônia ainda possuir uma grande extensão de florestas bastante preservadas, principalmente no oeste do Pará e no estado do Amazonas, a Amazônia não é aquilo que vemos no Google Earth, com fotos lindas de florestas exuberantes, que são tiradas de pequenos bolsões de floresta que ainda restam, a área devastada já é muito grande e cresce cada dia mais, por isso devemos nos conscientizar de preservar pelo menos 30% das areas desmatadas, e onde for fazer a extração de madeiras, fazer com um critério seletivo, preservando as árvores mais novas, e reflorestar urgentemente com árvores nativas as áreas que já estão degradadas.



© 2018 Maxissoft   |   Política de privacidade